Brasil | Vehículos Eléctricos
lunes 01 de mayo de 2023
GWM da China iniciará operações na fábrica do Brasil em maio de 2024
A Great Wall Motors Brasil (GWM) vai iniciar as operações da linha de montagem da fábrica de Iracemápolis (SP) em 1º de maio de 2024, com a produção de dois veículos híbridos: um SUV e uma picape.
Geraldo Alckmin participa de anúncio de nova picape da GWM.
Compartí la nota

A montadora chinesa Great Wall Motor Co Ltd iniciará as operações de sua fábrica em Iracemapolis, no Brasil, em 1º de maio de 2024, anunciou a empresa nesta quinta-feira, divulgando também quais veículos serão fabricados lá.

A empresa, proprietária de marcas como Haval e Tank, disse que produzirá uma picape híbrida de combustível flexível chamada Poer e um SUV híbrido ainda não revelado na fábrica, que foi comprado da Mercedes-Benz em 2021 e será seu maior em um país ocidental.

A GWM se juntará a empresas como a Toyota, que já fabrica carros híbridos flex no Brasil, e a Stellantis, também investindo na tecnologia.

Esses carros podem funcionar com 100% de etanol, além de seus motores elétricos. Poer será a primeira picape híbrida produzida no Brasil, segundo a empresa.

A GWM também espera exportar veículos da nação sul-americana, inicialmente de olho em outros países latino-americanos.

A empresa iniciará as reformas na fábrica no primeiro semestre de 2023, com o objetivo de expandir sua capacidade para 100 mil veículos por ano dos atuais 20 mil.

A fábrica será a primeira do Brasil dedicada exclusivamente à produção de veículos híbridos e elétricos e a maior da GWM no Ocidente.

“A neoindustrialização do Brasil passa necessariamente pela descarbonização e pela inovação, pela criação de meios de produção mais sustentáveis e eficientes. Há uma sinergia entre este projeto de desenvolvimento de tecnologia da indústria automotiva brasileira conduzido pela GWM e o pensamento do governo brasileiro”, afirmou Geraldo Alckmin, vice-presidente do Brasil GWM.

“Esse é mais um passo importante da história da GWM no Brasil, com o anúncio do início das operações da sua fábrica em Iracemápolis, cujos veículos híbridos, com gasolina e etanol, estarão à disposição dos consumidores brasileiros e da América Latina a partir do próximo ano”, disse James Yang, CEO Américas da GWM.

Destacados.

Electromovilidad y diplomacia. La estrategia «neutral» de México ante la rivalidad entre Estados Unidos y China

¿Hay ejes eMobility innegociables para una transición efectiva? Según ANPACT sí y están delimitados. Entre numerosos puntos, algunos entran en choque. Estados Unidos y China para México son aliados, aunque entre ellos, el conflicto geopolítico es de larga data. Aquí, un análisis de las claves que el país latinoamericano requiere de ambos países.