Brasil | Almacenamiento
viernes 12 de mayo de 2023
«Vale do Lítio» tem anuncio mundial e coloca Brasil no mapa do carro elétrico
Projeto "Lithium Valley Brazil" conta com apoio dos governos estadual e federal e foi apresentado em evento realizado na Nasdaq.
"Vale do Lítio" tem anuncio mundial e coloca Brasil no mapa do carro elétrico
Compartí la nota

O Brasil deu mais um passo para avançar na cadeia global de produção de baterias para carros elétricos. Nesta semana, em evento realizado em Nova York (EUA), foi lançada a iniciativa Vale do Lítio (Lithium Valley Brazil), que é uma ação coordenada entre governos e empresas para impulsionar a região norte de Minas Gerais como fornecedor global de lítio.

O projeto liderado pelo governo de Minas Gerais em conjunto com o Ministério de Minas e Energia (MME) tem como objetivo atrair investimentos internacionais para exploração do lítio na região norte do estado, que concentra a maior reserva desse mineral no Brasil.

O lítio é um mineral utilizado em muitas aplicações, além de ser considerado essencial para a transição energética, servido de base para a produção de baterias para carros elétricos – segundo estimativas da Agência Internacional de Energia, sua demanda internacional irá crescer mais de 40 vezes nas próximas duas décadas.

O governador de Minas Gerais, Romeo Zema, destaca que o lançamento do projeto na Nasdaq significa que Minas Gerais está mostrando para o mundo o grande potencial que tem na produção do metal estratégico, que terá papel fundamental na transição energética.

“Queremos que o Vale do Jequitinhonha se transforme no vale da tecnologia para a produção de baterias e demais produtos de valor agregado”, explicou.

O Brasil está entre os países com maior potencial de extração do lítio, ao lado de Chile, Argentina, Estados Unidos, Canadá e Austrália. No entanto, o Vale do Lítio oferece diversos diferenciais, como um lítio de pureza alta, ao contrário da maioria dos outros países, o que facilita o uso na fabricação de baterias com maior capacidade. Além disso, a extração nacional utiliza menos água que o modelo tradicional, tornando o processo menos agressivo ao meio ambiente.

“O Vale do Lítio tem condições de ser um dos principais polos mundiais de fabricação e de desenvolvimento de tecnologias nesse setor. Estamos prontos para auxiliar os investidores com todas as informações disponíveis para que tragam seus projetos para Minas Gerais e aproveitem essa oportunidade de negócio”, disse o diretor-presidente da Invest Minas, João Paulo Braga.

Ainda em formação, o “Vale do Lítio” já possui quatro mineradoras desenvolvendo projetos de exploração do mineral no Jequitinhonha: Sigma Lithium (Canadá), Atlas Lithium (EUA), Lithium Ionic (Canadá) e Latin Resources (Australia).

E segundo relata o portal EPBR, Ana Cabral Gardner, CEO da Sigma, afirma que a companhia tem planos de triplicar as operações em Minas Gerais.

“A escala é absolutamente superlativa. Vamos começar a fornecer lítio suficiente para abastecer 617 mil carros elétricos (…) Estamos investindo para triplicar as operações da operadora no próximo ano”, contou.

“Seremos capazes de abastecer 1,6 milhão de carros elétricos (…) O material é espetacular. É de pureza ultra alta, battery grade, e vai direto para os fabricantes de baterias, passando por um processo de refino muito fácil”, explica.

Por fim, a executiva destacou os esforços entre governo estadual e federal para impulsionar a indústria do lítio na região.

Foto principal

Destacados.

Reformas. Los 9 puntos sobre electromovilidad que incluiría la Ley de Cambio Climático en México

La Cámara de Diputados de México se puso el objetivo de acelerar la transición hacia la movilidad eléctrica en el país. Para ello, se encuentra analizando la Ley General de Cambio Climático en busca de oportunidades de mejora. Aquí, Mobility Portal Latinoamérica recorre los ejes clave de esta iniciativa legislativa que quiere impulsar la electromovilidad desde el corazón del Congreso.