Brasil | Vehículos Eléctricos
martes 29 de agosto de 2023
Nansen anuncia expansão na AL com foco em eletromobilidade e energia solar
Empresa, cujo faturamento quadruplicou nos últimos seis anos, prevê crescimento de 15% em 2023.
Fábrica da Nansen em Manaus
Compartí la nota

Da visão futurista e do empreendedorismo do médico Nansen Araújo (1901-1996) nasceu a fábrica de instrumentos científicos, em 1930, e que se tornou a Nansen, uma das mais tradicionais fabricantes de medidores do mundo e referência em tecnologia e soluções completas em medição de energia elétrica, infraestrutura para mobilidade elétrica e geração de energia elétrica solar.

A empresa, que completa 93 anos neste mês de agosto, celebra a data com previsão de expansão na América Latina e crescimento de 15% em 2023.

Hoje, a Nansen possui unidades em Contagem (MG), Manaus (AM), São Paulo, Colômbia e no Peru, que entrará em operação em breve. Dentro do processo de expansão, está prevista também a abertura de outra unidade no México, ainda, neste semestre. A Argentina também faz parte dos planos.

De acordo com Alexandre Suprizzi, que está no comando da empresa desde 2017, a história de sucesso da Nansen está interligada à própria cultura da empresa, baseada em dois pilares: resiliência e inovação. Ao longo de sua trajetória, muitos foram os desafios, inclusive, eles estão registrados no livro “Nansen – 70 Anos de Precisão Memória Histórica”.

“Hoje, não há mais integrantes da família Nansen na empresa. Mas, pelos relatos de quem trabalhou e ainda trabalha aqui, a empresa se manteve de pé, ao longo dos anos, por sua resiliência”.

Ele ressalta, inclusive, que a empresa vinha passando por uma crise, que foi superada após se tornar parceira da chinesa Sanxing Electric Co. (Grupo AUX), em 2015, o que reforçou a tecnologia da Nansen e promoveu o reforço de sua marca tornando-a cada vez mais sólida e atuante no mercado. De 2017 para cá, Alexandre Suprizzi diz que o balanço é muito positivo.

Sem revelar números, destaca que o faturamento quadruplicou nos últimos seis anos. “A empresa chegou a uma performance muito profissional. Olhando a situação, de 2017 para cá, a gente nunca esteve tão bem”, afirma.

O crescimento expressivo do volume de negócios se deve a fatores como: investimentos em tecnologia de ponta, produtos com qualidade e atuação em novas regiões. Segundo Suprizzi, a meta da Nansen é impulsionar as novas unidades de negócios de eletromobilidade e energia solar.

Atualmente, a empresa fornece completa infraestrutura para mobilidade elétrica em dois grandes centros urbanos. Um deles é São José dos Campos (SP), onde os ônibus elétricos, conhecidos por Veículos Leves sobre Pneus (VLPs), fazem parte do transporte público.

A Nansen também atua também em Salvador (BA), onde está à frente do maior projeto de instalação de terminais de recarga do Brasil para a frota de ônibus elétricos da cidade. Os equipamentos têm a capacidade de recarregar 20 veículos simultaneamente.

O mundo está migrando para veículos elétricos e a Nansen é uma das poucas empresas que tem a tecnologia completa e soluções para carregamento dos veículos”, afirma.

Leia mais: A eletromobilidade do Brasil em frases: conclusão da Cúpula de Investimentos em eMobilidade

Medidores

Sobre o processo produtivo de medidores de energia elétrica, o CEO da Nansen relembra que houve grande avanço após a empresa ter transferido a fábrica, que funcionava na sede em Contagem (MG), para Manaus (AM).

“A empresa precisava expandir sua área fabril. E a mudança foi excelente, pois tivemos acesso às novas tecnologias e mão-de-obra qualificada”. Hoje, a produção de medidores inteligentes chega a cerca de 4 milhões de unidades/ano. A capacidade produtiva da fábrica é de 6 milhões/ano. A Nansen emprega atualmente cerca de 800 trabalhadores em suas unidades.

“Por tudo isso que foi dito, temos muito a comemorar. A Nansen chega aos 93 anos focada em trazer benefícios a nossos clientes e a população em geral, com ética, sustentabilidade, diversidade, respeito, comprometimento e inovação por meio da medição de energia de forma inteligente, a geração de energia limpa e pelo incentivo e suporte completo ao mercado em relação ao abastecimento dos novos veículos elétricos. Trata-se de mais valor agregado com foco em inovação, excelência e agilidade na geração de energia limpa por meio de soluções que reduzam emissões de CO2. E todas essas conquistas são frutos do empenho e dedicação de cada colaborador da empresa”, finaliza Alexandre Suprizzi.

Destacados.

Reformas. Los 9 puntos sobre electromovilidad que incluiría la Ley de Cambio Climático en México

La Cámara de Diputados de México se puso el objetivo de acelerar la transición hacia la movilidad eléctrica en el país. Para ello, se encuentra analizando la Ley General de Cambio Climático en busca de oportunidades de mejora. Aquí, Mobility Portal Latinoamérica recorre los ejes clave de esta iniciativa legislativa que quiere impulsar la electromovilidad desde el corazón del Congreso.